Dois doidos conversando, ai um pergunta pro outro; -O que você vai pedir de presente de natal pro papai noel? ...E ai o outro responde:-Uma bunda nova!....-Ué mais por que?....-Porque minha bunda veio furada! rsrs, divirtam-se!

Comodidade Uol

Mural Comentários e Risos

Pesquisa personalizada

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Olha a mangueira ai gente!!!!!!!

A procissão passava pelas ruas do bairro do Rio de Janeiro, eram cerca de 500 fiéis. Todos em torno do andor onde era carregada a imagem do santo como que flutuava sobre as cabeças dos fiéis, encabeçados pelo pároco.
Chegada uma esquina, exatamente no momento em que começa a dobra-la , sai aflito de dentro do bar um sujeito , que levanta o dedo em riste enquanto grita:
- Olha a mangueira aí gente!!!!!!! !!!!!!!!! !!!!!!!!! !!!
Imediatamente o pároco começa a esbravejar para o homem blasfemando!
- Maldito seja! Sua alma pecadora há de arder no inferno por sua blasfêmia ...

Todos se voltam para o padre gritando enquanto diminuíam ainda mais a velocidade de deslocamento até quase pararem quando um enorme barulho sobrepõe-se aos gritos do padre. A ponta do andor bate num galho de uma enorme arvore [manguiera] plantada a poucos metros da referida esquina.
A imagem vai ao chão, todos fazem silÊncio atordoados...

Quando se ouve o bêbado confuso se perguntando:
- Eu não disse?

***
Já ouviram falar que quem avisa amigo é? Pois é o bêbado estava avisando sobre a árvore mangueira, justo para evitar o acidente, mas o padre maudoso, só pensou na Mangueira, escola de samba... Nunca devemos ser precipitados... julgar o que o outro fala de forma imediata. o Grito: Olha a mangueira aí gente!!!!!!! se popularizou, porém nem por isso a árvore deixou de existir, rssrs...

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada
Loading...

Sobre Humor

***Nada mais humorístico do que o próprio humor, quando pretende definir-se (Friedrich Hebbel).
***O humor compreende também o mau humor. O mau humor é que não compreende nada (Millôr Fernandes).
***O humorismo é a arte de virar no avesso, repentinamente, o manto da aparência para por à mostra o forro da verdade (L. Folgore).
***O humor é a polidez do desespero (Chris Marker).
***O humor tem não só algo de liberador, análogo nisso ao espirituoso e ao cômico, mas também algo de sublime e elevado (Freud).

e-referrer